Mães se unem em abaixo-assinado e denunciarão o caso ao Ministério Público

Alunos de escola estadual de Votuporanga encontram larvas na merenda  -


Alunos da Escola Estadual Uzenir Coelho Zeitune, em Votuporanga, no interior de SP, relatam ter encontrado larvas de moscas no arroz da merenda. Os episódios foram registrados por câmeras de celular.


O sbtinterior.com apurou que esta é a segunda vez que os estudantes encontram bigatos na comida servida na unidade. O caso também teria sido registrado no Centro Paula Souza (ETEC); na ocasião, as larvas foram encontradas na salada.

Segundo o advogado Hery Kattwinkel, a merenda escolar seria de uma empresa terceirizada, contratada pela Prefeitura, e que é de responsabilidade do poder executivo garantir e averiguar a qualidade dos alimentos oferecidos nas escolas.

“Já formulei um abaixo-assinado a pedido dessas mães. Na segunda-feira, vou levar esse registro ao Ministério Público para uma representação, porque isso tem que ser denunciado”, disse.

A dona de casa Adriana Tenório dos Santos, mãe de uma aluna de 11 anos, disse ao sbtinterior.com que se sente desrespeitada.

“Isso é uma falta de respeito, né? É pior do que fazem com um animal, porque nem para um animal nós damos uma comida desse jeito. As UPAs ficam lotadas de crianças e falam que é vírus, mas será que é mesmo? Será que não é consequência desses alimentos? As crianças passam mal; meu filho fica na escola das sete da manhã até as quatro da tarde, ele precisa se alimentar direito. Infelizmente nessa cidade só os grandes conseguem ter o melhor, nós, não”, desabafou. 

O sbtinterior.com solicitou à Secretaria Estadual de Educação uma nota sobre os episódios. A reportagem também questionou a Prefeitura de Votuporanga sobre a qualidade dos alimentos, onde os alimentos são estocados e se há fiscalização do prazo de validade. As instituições estão apurando o caso. 

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

COMENTÁRIOS

Comente